Acompanhe também

Destaques

Cresce a procura de produtos táticos de uso profissional entre civis

Aumento do número de adeptos a atividades como tiro esportivo e caça estimula a busca por produtos com qualificação tecnológica similar aos fornecidos às principais forças de defesa do país

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em julho de 2021, o número de pessoas que pediram registros para atuarem como Caçadores, Atiradores desportivos e Colecionadores (CAC) aumentou 43,3% de 2019 para 2020. Dados como esses apontam para um crescente interesse dos consumidores em acessórios e equipamentos próprios de atividades táticas profissionais, a exemplo do que tem sido visto pela INVICTUS, empresa catarinense que atua no setor de vestuário e equipamentos táticos e outdoor no país que, após ter a qualidade e inovação de seus produtos atestados pela vitória da licitação dos uniformes da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, torna acessível ao mercado produtos de vestuário e equipamentos com as mesmas características exigidas pelos agentes de segurança e defesa em operação.

A empresa começou suas atividades voltada para o fornecimento de materiais operacionais. Com o tempo, percebemos que a cultura do universo tático vem crescendo no Brasil, inspirada nos Estados Unidos, onde é comum ver as pessoas utilizando roupas e acessórios policiais e militares nas ruas, e também para a prática de atividades de caça e tiro esportivo. Isso se reflete no destino dos nossos produtos, que hoje, além de equipar profissionais de segurança pública, atendem à demanda crescente dos atiradores desportivos e entusiastas do estilo de vida tático e outdoor”. Comenta Guilherme Granzinolli, Diretor de Produtos e Operações da INVICTUS.

Além do uso do vestuário militar para a simples expressão de um estilo de vida, os praticantes de atividades como o tiro esportivo, buscam aperfeiçoar seu hobbie como qualquer esportista em outras modalidades. A procura de roupas e acessórios que oferecem proteção e contribuem para o desempenho, torna-se então o ponto de partida para o praticante, que considera não apenas o efeito estético, mas a tecnologia aplicada a tecidos, modelagens, costuras, cortes, bolsos que vão ao encontro desse propósito, abrangendo também praticantes de atividades outdoor, como o trekking.

Diante disso, produtos como calças e botas vêm cada vez mais compondo o portfólio da INVICTUS, o qual apresenta uma linha direcionada para este público, com a chancela de minuciosos testes de qualidade e mais de 230 laudos técnicos. Um exemplo de vestuário tático, a calça denominada Maverick, é produzida com o tecido Rip-Stop Ultimate, resistente a rasgos e perfurações, além de possuir recorte especial entrepernas e reforço de duas camadas na região dos joelhos e barras, aumentando a resistência do produto. Outra característica tática presente na Maverick é a distribuição de bolsos estrategicamente dispostos – 08 no total.

Outro exemplo de produto criado pela mesma empresa é a bota Interceptor, desenvolvida em conjunto com operadores que atuam em campo, pensando no atendimento das necessidades diárias de profissionais integrantes de corporações policiais, também disponibilizada ao público civil. O modelo contempla o uso de tecnologias para secagem rápida dos tecidos, solado de borracha de alta aderência e a aplicação de um zíper lateral, para que o usuário possa colocá-la rapidamente, sem a necessidade de amarração a cada uso. “Anos atrás, a compra de produtos para o desempenho de atividades relacionadas ao meio tático ficava restrita às marcas estrangeiras importadas para o Brasil, sob custos mais elevados, ou quando o usuário tinha a oportunidade de viajar para fora, especialmente aos Estados Unidos. Com uma marca brasileira atuando no setor e transferindo a tecnologia embarcada em produtos de uso profissional para os de uso cotidiano, a relação custo x benefício se torna viável ao consumidor brasileiro”, conclui Granzinolli.

 

Por Invictus

Continuar lendo
Quero deixar uma mensagem

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *