0
0
0
s2smodern

Imagem: Divulgação/Polícia Federal

São Paulo/SP – Polícia Federal deflagrou nesta manhã (21/1/2020) a operação Inspeção Inicial, para promover fiscalização de Instrutores de Armamento e Tiro – IAT´s credenciados pela Polícia Federal, em São Paulo.

A operação visa a garantir que o serviço prestado por estes profissionais credenciados esteja em plena conformidade com as normas vigentes, bem como identificar eventuais desvios e/ou fraudes na emissão de laudos de capacidade técnica para fins de aquisição de arma de fogo.

Ao todo, 130 locais recebem equipes de fiscalização que somam 110 policiais federais. A deflagração da operação ocorre simultaneamente em 72 localidades, sendo a maior fiscalização de instrutores de armamento e tiro já realizada no estado de São Paulo.

Os instrutores credenciados são responsáveis pela emissão de laudos que atestam a capacidade técnica dos requerentes de registro e de porte de arma de fogo na modalidade defesa pessoal junto a esta Polícia Federal, bem como daqueles que pretendem obter o Certificado de Registro (CR) como atiradores esportivos junto ao Exército Brasileiro.

A investigação teve início em fevereiro de 2019, após análise de dados inseridos no SINARM e laudos apresentados nos pedidos de registro de arma de fogo. Há fortes indícios de falsidades ideológicas na emissão de laudos e formação de quadrilha. Para obtenção dos laudos, o interessado em adquirir ou portar arma de fogo pagava valores fora dos usuais praticados no setor.

É de suma importância que os interessados em adquirir arma de fogo tenham o adequado conhecimento para utilização e manuseio seguro do armamento pretendido. O profissional responsável por avaliar e atestar esse conhecimento é o instrutor credenciado pela Polícia Federal. Daí a relevância de que sua atividade seja exercida dentro dos rigorosos parâmetros normativos vigentes.

 Fonte: https://bit.ly/2Gn4vjI


PISTOLA BERETTA APX

LOJA MAHRTE

DESCONTO EXCLUSIVO

OLGun

TEES BRAZIL

WYPYCH TRAINING - CURSOS DE TIRO

ANUNCIE AQUI