0
0
0
s2sdefault

Brittany Hebert cresceu no sul da Louisiana, nos Estados Unidos, e ajudava a administrar a fazenda da família. A família cultivava arroz, pescava lagostas e criava cordeiros e porcos. Ela cortava a grama quando tinha 8 anos com um cortador de grama. “Nós fomos ensinados sobre responsabilidade e ética no trabalho desde muito jovem”, disse Hebert ao Epoch Times. O pai de Hebert se envolveu num acidente de helicóptero e ficou gravemente ferido. Sua mãe não trabalhava e, sem o pai, Hebert e seu irmão adquiriram ainda mais responsabilidades.

 

A vida começou a mudar quando a mãe de Hebert a inscreveu num concurso de beleza. Quando ela tinha 14 anos, sua mãe a inscreveu num concurso de beleza local. Ela ganhou, e mais tarde ela também foi coroada Miss Acadiana. O mundo começou a se abrir para ela. Grande parte de suas responsabilidades como Miss Acadiana era o serviço comunitário tanto em casa como em outros estados.

Foi quando ela encontrou os pacientes pediátrico com câncer no Hospital Infantil St. Jude, em Memphis, Tennessee. Conhecer e interagir com essas crianças mudou Hebert profundamente. “Nunca vou esquecer o pensamento que tive naquele momento ‘Por que eles? Não é justo, então, nós precisamos fazer algo sobre isso”, lembrou Hebert. Hebert e outros vencedores do concurso arrecadaram dinheiro para comprar cestas de basquete para o playground e videocassetes para todos os 52 quartos da Ronald McDonald House. “Esse foi o momento em que Deus realmente me mostrou minha vocação”, explicou Hebert.

Mas ela não seria capaz de atender seu chamado ainda. Os pais de Hebert se divorciaram enquanto ela estava no ensino médio. Sua mãe desenvolveu um problema de abuso de drogas e seu pai desenvolveu uma depressão crônica como resultado de seus ferimentos, além do estresse pós-traumático também devido ao acidente de helicóptero. Sua mãe saiu da reabilitação, mas o feliz acontecimento foi seguido de perto por outra tragédia. Na mesma semana, seu avô sofreu um ataque cardíaco e passou por quatro desobstruções arteriais. Hebert e seu irmão ficaram na casa da mãe durante a noite e planejavam buscar o avô na manhã seguinte. 

Exatamente quando parecia que as coisas estavam mais difíceis, sua resiliência foi testada mais uma vez. Hebert acordou no meio da noite para encontrar a casa da mãe em chamas. Felizmente, eles foram capazes de escapar por uma janela. Ela tinha apenas 18 anos quando se sentou com o irmão e a mãe e observou a casa deles queimando. “Eu me lembro como se fosse ontem. Eu estava de calcinha e camiseta e o frio era congelante. Vimos a nossa casa arder até as fundações”, recordou Hebert.

Apesar de ser confrontada por um obstáculo após o outro, ela conseguiu se formar no ensino médio e ir para a faculdade em Lafayette, Louisiana. Hebert estava trabalhando como garçonete para pagar a faculdade, mas estava prestes a assumir outra grande tarefa.

Em 2007, Billie Menard, que estava encarregada dos concursos quando Hebert era adolescente, estendeu a mão para ela. Ela havia se lembrado da paixão de Hebert em ajudar o hospital em Memphis. Menard perguntou se ela poderia ajudar com uma festa beneficente para o Hospital St. Jude. Ela queria que Hebert levantasse US$ 10 mil.

Hebert é uma mulher empreendedora e descobriu uma maneira de levantar o dinheiro. Muitos de seus clientes no restaurante em que ela trabalhava eram donos de empresas e ela perguntou se eles estavam interessados em doar. “Eles escreviam cheques na mesa para mim”, contou Hebert.

Ela também foi capaz de obter ajuda de seus colegas de trabalho em seus esforços na angariação de fundos. Hebert e seus colegas organizaram um evento Esportivo de Tiro com objetos móveis de argila para arrecadar dinheiro para o Hospital St. Jude. Eles só planejavam levantar US$ 10 mil, mas conseguiram US$ 50 mil. “Foi um momento muito surreal”, lembrou Hebert.

A Sky High é uma organização sem fins lucrativos que angaria fundos para pacientes pediátricos com câncer por meio de eventos. A organização doa o dinheiro para a construção de laboratórios e outras instalações de apoio à pacientes pediátricos com câncer e também para o desenvolvimento de melhores tratamentos e uma possível cura para a doença.

Um ano depois, em 2008, Hebert realizou seu segundo evento Esportivo de Tiro para arrecadação de fundos em Houston, Texas. Hebert tinha planejado fazer o teste LSAT para cursar a faculdade de direito, mas começou a receber um grande número de ofertas de emprego de empresas que haviam participado do primeiro evento Esportivo de Tiro. Ela recebeu uma oferta que era grande demais para recusar, e que permitiu que ela continuasse com sua paixão. Com US$ 400 no bolso, Hebert reuniu tudo em seu apartamento e mudou-se para Houston, no Texas, para seu novo emprego. Ela nunca olhou para trás.

Desde 2007, Hebert e a Sky High já doaram US$ 8.370.516 para o Hospital Infantil St. Jude, o Hospital Infantil do Texas e a Ronald McDonald House em Memphis. Ela trabalha como gerente de vendas corporativas em petróleo e gás e administra a Sky High. De alguma forma, ela é capaz de equilibrar os dois. “Minha vida é loucura na maior parte do tempo, mas há algo em mim que não deixaria que fosse de outro jeito.”

Por Andrew Thomas, Epoch Times

 

 

 


LOJA MAHRTE SP

PRO ARMAS

GUNPASS

Gunpass

TEES BRAZIL

DESCONTO EXCLUSIVO

OLGun

ANUNCIE AQUI

{loadformmaker 13}