0
0
0
s2smodern

Foto: Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta quarta-feira (21/02/2018) que armar os professores poderia ajudar a evitar massacres como o ataque a tiros da semana passada em uma escola da Flórida. 

Trump expressou apoio à ideia durante uma reunião emotiva na Casa Branca com alunos que sobreviveram ao tiroteio e um pai cuja filha não resistiu.

"Se você tivesse um professor ... que fosse adepto das armas de fogo, poderia muito bem acabar com o ataque muito rapidamente", disse Trump, reconhecendo que a ideia seria controversa.

Ele sentou-se no meio de um semi-círculo em uma sala da Casa Branca, ouvindo atentamente enquanto estudantes choravam e pediam mudanças. O presidente prometeu tomar medidas para melhorar as verificações de antecedentes para compradores de armas.

A reunião incluiu seis alunos da escola Marjory Stoneman Douglas, de Parkland, na Flórida, onde 17 estudantes e educadores foram mortos em 14 de fevereiro por um jovem armado com um rifle de assalto semiautomático AR-15, no segundo tiroteio mais mortal em uma escola pública dos EUA.

"Eu não entendo por que eu ainda posso ir a uma loja e comprar uma arma de guerra, uma AR", disse Sam Zeif, de 18 anos, soluçando depois que ele descreveu as mensagens de texto de seus familiares durante o tiroteio na Flórida. "Nunca vamos deixar isso acontecer novamente, por favor", afirmou Zeif.

Andrew Pollack, cuja filha Meadow Pollack, de 18 anos, foi morta, gritou: "estou arrasado - por causa da minha filha - não vou vê-la novamente".

Fonte: http://bit.ly/2HAGsxf


GOLD SHOT - DESPACHANTE (SP)

CURSOS PROPOINT

TORNEIO SIG SAUER

PROMOÇÃO EXCLUSIVA

OLGun

Anuncie Aqui