0
0
0
s2smodern

A Academia Policial Militar do Guatupê (APMG) reinaugurou no dia 29/08/2017 o novo estande de tiro “Sargento Antenor Correia”, no qual se iniciou o Torneio de Tiro Acadêmico em alusão aos 163 anos da Polícia Militar do Paraná. A estrutura, que estava sem reformas há 10 anos, foi revitalizada com auxílio de recursos da iniciativa privada e do Estado.

A obra teve o custo aproximado de R$ 100 mil, financiado pelos recursos da própria APMG e da iniciativa privada, os quais colaboraram com verba, estrutura e o projeto arquitetônico do espaço que estava em desuso há cerca de 10 anos. A reforma contou ainda com o apoio dos militares estaduais do setor de Obras da Academia, que empenharam o esforço trabalhando inclusive nos finais de semana para entregar o prédio.

Além de pintura e ampliação, o local recebeu uma cobertura, possibilitando que as instruções sejam feitas independentemente do clima (sol ou chuva) e do horário (dia e noite). O Comandante-Geral da PM, coronel Maurício Tortato, destacou que a iniciativa tem um legado superior ao fato em si, mas prospecta um futuro de aperfeiçoamento das habilidades dos militares estaduais tanto no período de formação quanto durante a carreira.

“É um legado de excelência nesse universo, temos que festejar esse momento em que colocamos a vontade acima das possibilidades. O tenente-coronel Monteiro se destacou pelo carinho por essa instituição e pela qualidade de vida dos integrantes da unidade, incluindo o processo de qualificação profissional e especialização constantemente renovados”, afirmou o coronel.

Durante o evento a APMG homenageou os civis e militares estaduais que contribuíram para a consolidação da reforma. “Estou na Academia desde 1991 e fiquei muito triste com o fechamento do estande, mas com a garra e dedicação dos nossos companheiros concluímos essa obra”, disse o sargento Marcos Drischel, um dos contemplados.

O juiz federal Josegrei agradeceu em nome da Justiça Federal a admiração e o reconhecimento pela colaboração no projeto com parte da verba (R$ 40 mil), obtido por meio das multas impostas pelo Poder Judiciário a réus dos mais variados processos de justiça. “Acredito que as instituições devem agir de maneira coordenada para retribuir com ações e melhorias a coletividade. Fico feliz em participar dessa reinauguração”, disse.

A cerimônia contou com as presenças do Comandante-Geral da PM, coronel Maurício Tortato; do Comandante do 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), coronel Péricles de Matos; do juiz federal da 14ª Vara da Justiça Federal, Marcos Josegrei; do Comandante da APMG, tenente-coronel Mauro Celso Monteiro; do Comandante do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), tenente-coronel Ronaldo de Abreu; do Presidente da Associação da Vila Militar (AVM), coronel da reserva remunerada Washington Alves da Rosa; do Presidente da Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná (ASSOFEPAR), coronel da reserva remunerada Isaias de Farias, além de oficiais e praças da APMG, de outras unidades, convidados e colaboradores.

 

TORNEIO – Cada equipe contou com quatro integrantes, sendo que o armamento e munições ficaram a cargo dos participantes. A disputa foi dividida em quatro séries de tiro com distâncias, tempo, número de disparos e posições variados.

“A competição foi criada para congregar a família miliciana e vislumbra tiros acadêmicos rápidos e precisos, o que todo o militar estadual deve aprimorar para atuar em casos de emergência e de injusta agressão. O tiro acadêmico tem origem em campeonatos para avaliar precisão e velocidade de ação do profissional”, disse o Coordenador da prova, capitão Antônio Claudio da Cruz, do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA).

Para o soldado Luciano de Oliveira Franco, que faz parte da equipe da Corregedoria-Geral da PM, o torneio coroa a reinauguração e permite que os policiais militares possam exercitar a técnica de tiro. “É importante termos oportunidades, pois o policial militar é um profissional que precisa estar preparado para qualquer situação, incluindo um possível confronto armado”, destacou.

Participaram do torneio 20 equipes, uma por unidade: o Regimento de Polícia Montada (RPMon), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), a Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), o 9º, 12º, 13º, 17º, 20º, 23º e 22º Batalhões, a 5ª e 8ª Companhias Independentes, a Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE) e o Comandos e Operações Especiais (COE), subunidades do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), a Coger, a 5ª Seção do Estado Maior, a Diretoria de Apoio Logística (Setor de Armas e Munições), o 1º e 6º Grupamentos de Bombeiros.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/portaldotiro.com/web/components/com_igallery/views/category/view.html.php on line 140

Estande de tiro na APMG


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/portaldotiro.com/web/components/com_igallery/views/category/tmpl/default_main.php on line 42

 

Por Marcia Santos - Jornalista PMPR

Fonte: http://bit.ly/2xBA97p


GOLD SHOT - DESPACHANTE (SP)

CURSOS PROPOINT

TORNEIO SIG SAUER

PROMOÇÃO EXCLUSIVA

OLGun

Anuncie Aqui